A NOSSA CANA É O NOSSO MUNDO

energia sustentÁvel

Fonte de energia limpa e renovável, a cana-de-açúcar tem a sustentabilidade na sua essência. São diversos os fatores que demonstram a sustentabilidade da produção de cana e seus subprodutos:

  • o investimento em novas tecnologias – como biotecnologia e marcadores moleculares - que elevam a produtividade dos canaviais, resultando na produção de mais energia sem a necessidade de aumentar a área cultivada com cana no Brasil, que hoje representa pouco mais de 2% do território nacional agriculturável. Ou seja, mais energia com menos desmatamento;
  • produção mais eficiente de energia e com menor emissão de gases do efeito estufa com relação a outras culturas, como milho, trigo e beterraba. Isso sem falar na concorrência com a produção de alimentos, que ocorre com essas três culturas;
  • até 2030, 1 hectare de cana-de-açúcar deve produzir cerca de 3 vezes mais etanol do que a mesma área de milho;
  • o desenvolvimento de variedades para serem colhidas cruas, eliminando as queimadas, que poluem o ar e ameaçam a biodiversidade, no campo;
  • a reciclagem dos subprodutos da fabricação de açúcar e álcool, que é fonte de energia e de nutrientes. Poder reciclar 45% dos componentes nutrientes da produção da cana-de-açúcar, substituindo os fertilizantes químicos, representa uma grande oportunidade de aumentar o potencial da agricultura, com benefícios econômicos e ambientais;
  • o uso da palha e do bagaço como fontes energéticas renováveis para os processos de produção industrial;
  • o controle biológico das pragas, contribuindo para reduzir o uso de inseticidas na lavoura;
  • inúmeras possibilidades de subprodutos mais ambientalmente amigáveis, como os bioplásticos.